O tênis correto pode prevenir lesões?

Atualmente se fala muito em “tipos de pés”, tipos de pisada, que tênis devo ou não utilizar, quais as melhores tecnologias, entre outras coisas. Por causa disso sempre surgem dúvidas, como por exemplo: eu e meu amigo temos o mesmo tipo de pisada. Podemos usar o mesmo tênis?

Essas, e muitas outras, são dúvidas frequentes na minha prática profissional diária, tanto de atletas regulares como também dos “atletas de fim de semana”. Mas, vamos por partes: será que ao usar o tênis correto para a pisada, consigo prevenir uma lesão? A resposta é não. Há outras coisas que podemos observar e fazer para diminuir ainda mais o risco de lesões.

A primeira delas e mais básica, é descobrir o tipo de pisada. Um erro muito comum é olhar o desgaste da sola do tênis. Esse é um erro grotesco, pois sempre que pisamos, a primeira parte do pé que toca o solo é a parte lateral do calcanhar, que acaba mesmo desgastando o solado, e, por causa dessa análise, a pessoa pode achar que tem uma pisada supinada. Ledo engano, já que muitas vezes o resultado é outro.

O que vale é saber como a pisada termina. Aí sim é possível observar se a pessoa pisa mais para dentro, mais para fora ou tem uma pisada normal. Por isso, o ideal é fazer algum teste de pisada reconhecido e realizado por profissionais da área de saúde. Para se ter uma idéia, a população atual se divide em três tipos de pisada. Normalmente 10% são supinadores, 30% neutros e 60% pronadores.

Além da pisada, o corredor deve ficar atento com outras coisas, como o peso e o formato do pé. Para se ter uma idéia, um tênis que tem amortecimento para uma pessoa de 85kg é diferente do mesmo tênis com amortecimento para uma pessoa de 60kg.

O amortecimento de um tênis para uma pessoa mais pesada pode fazer com que a pessoa mais leve tenha um impacto maior ao usar o mesmo calçado. Por isso se você tem um amigo mais “gordinho” e achou o tênis dele legal, atenção! O mesmo vale para os mais pesados, que se usarem um tênis para pessoas mais leves, não vão ter o amortecimento necessário durante a corrida.

Por tudo isso, lembre-se que você deve observar alguns itens importantes ao comprar um tênis:

  • Nível de absorção de impacto de acordo com o seu peso;

  • Estabilidade;

  • Ver se ele tem boa aderência e tração;

  • Ver se ele tem bom controle de temperatura (não pode deixar seu pé suado permitindo que o suor vá para fora do tênis);

  • Dependendo do tipo de prova e utilização, o tênis também deve proporcionar leveza e flexibilidade.

    Além de observar esses detalhes, alguns corredores vão precisar de algo extra na corrida. Dependendo do formato do pé e de como é feita a passada do corredor, muitas vezes aconselhamos o uso de palmilhas ortopédicas, que podem ser feitas de acordo com a necessidade do corredor.

    Lembre-se que sozinho, o tênis correto não vai evitar lesões. Há outros fatores externos que também podem ajudar, como um treinamento correto, o trabalho de fortalecimento das pernas, entre outros. Mas, a utilização de um tênis adequado já é um primeiro e muito importante passo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s