Lesões mais comuns em atletas de corrida PARTE 2. Nikecorre.com

Reclamar de alguma dozinha e sentir aquelas fisgadas depois do treino são muito comuns e mesmo normais entre atletas de todos os esportes. Mas fique atento quando as dores se intensificam e atrapalham as atividades do dia-a-dia: você pode estar sofrendo de alguma lesão causada pelos treinamentos.

Há alguns dias listamos a primeira parte da listinha com as lesões mais comuns entre os corredores; agora trazemos outros quatro probleminhas chatos que merecem sua atenção. Para isso, consultamos o fisioterapeuta especializado em esportes David Homsi.

Lembramos que tênis adequado, repouso e gelo costumam operar maravilhas, mas é fundamental visitar um ortopedista de vez em quando.

Fasciite Plantar

A fáscia plantar é uma faixa de tecido conjuntivo que revesteo músculo flexor dos dedos, na planta do pé. Geralmente o corredor se queixa de uma dorzinha próxima ao arco do pé ou ao calcanhar quando esse tecido está inflamado. Isso pode acontece em casos de super-pronação ou falta de alongamento.

Isso mesmo, alongamento do pé. Para alongar a fáscia plantar, utilize uma bolinha e massageie toda a sola, dos dedos ao calcanhar, após a corrida. E utilize um tênis adequado à sua pisada.

Canelite

É aquela dor na frente da canela, que aparece ao movimentar o pé com o giro do tornozelo. Costuma doer mais durante subidas íngremes, quando o músculo da tíbia é requisitado e inflama.

Procure intensificar o alongamento antes e depois do treino, e procure um médico se julgar necessário.

Metatarsalgia

Um nome complicado para uma das reclamações mais freqüentes entre corredores: a inflamação na parte frontal da sola do pé, onde os ossos metatarsais se conectam aos dedos. A sensação é semelhante a se pisar constantemente sobre uma pedrinha e a dor pode ser bem intensa, a ponto de dificultar uma simples caminhada.

A metatarsalgia ocorre por um problema no alinhamento dos ossos metatarsais, agravado pela corrida. Use uma almofada metatarsal entre a palminha e o pé, na região que dói. Ela irá ajudar a amortecer o impacto sobre o local.

Neuroma

Os neuromas não são exclusivos de corredores; mulheres que exageram no salto alto são as vítimas preferenciais. Aparece como uma dor na parte frontal do pé, entre o segundo e o quarto dedos, com perda de sensibilidade e até formigamento. Importante: dói mais quando calçado do que quando descalço, e melhora se o pé é massageado.

O neuroma é causado por nervos pinçado ou irritados na parte frontal do pé, devido a movimentação exagerada dos ossos metatarsais. Aqui também vale o uso de almofadas metatarsais que complementem o amortecimento do próprio tênis.

Se a dor for persistente, procure um médico para exames mais apurados.

Escrito por: Rachel Juraski, Nike Blogger

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s